Sobre o amor, tecnicamente falando.

Ah, o amor…ele pode variar de tamanho e intensidade, nós sabemos disso. Tudo vai depender do momento, das circunstâncias, do alvo, da pessoa a quem dedicamos nosso sentimento e nossas horas de sono, e da forma como entregamos ou absorvemos esse sentimento.

Tecnicamente falando o amor pode ser encontrado nos tamanhos P, M, G e XG, e ainda pode ser flexível e expansível, ou seja, aumentar de tamanho e forma, independente do tamanho original da peça.

Portanto, se a sua história de amor acabou ou se um projeto de vida ao qual você se dedicou de verdade acabou não acontecendo, não há muitas receitas para lhe dizer siga em frente, a gente simplesmente tem que seguir, mas o que posso dizer é que se você investiu amor na relação, na pessoa ou no projeto, mesmo que nem tenha sido do tamanho P, pode ter sido até uma amostra grátis, mas se você investiu amor, você fez a sua parte!

Give love a chance!

Anúncios

2 comentários sobre “Sobre o amor, tecnicamente falando.

  1. Sall…

    Quanto tempo não passo aqui… Adorei o layout novo!!!

    O problema é que a gente sempre acha que fez a parte e às vezes, talves por orgulho, acabamos perdendo algo… De vez em quando vale fazer um pouco mais…

    Beijos…

  2. Impossível não comentar… Concordo com todas as suas palavras, temos que estar tranquilos em ter feito a nossa parte… Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s