Mercado de trabalho

Há algum tempo atrás a mídia anunciou com alarde uma vaga para concorrer ao melhor emprego do mundo,  você se lembra?  Pois é, não vou discutir aqui a diferença entre emprego e trabalho, o foco é outro. Recentemente fiquei me questionando qual seria de fato o melhor emprego do mundo, e sem utilizar nenhum livro de auto-ajuda chego à conclusão de que o melhor é aquele onde nos realizamos como profissional e ser humano, e nem sempre é fácil unir as duas coisas. Tantos engenheiros, advogados, jornalistas, enfim, um monte de profissionais frustrados por desejarem outros caminhos e terem outra vocação.

Quem me conhece sabe que eu sou cantor, canto há anos na noite de SP e já estive em milhares de palcos nesses anos todos, mas sempre foi necessário ter a música como uma segunda profissão. Um ganho fixo mais garantido foi sempre a premissa para eu trabalhar durante o dia e a noite poder soltar minha voz por aí. Daí me lembrei que em certa ocasião fui participar de uma seletiva para ser repórter num programa de tv e nos bastidores conheci uma apresentadora que eu sempre via nos programas. Batendo um papo com ela descobri que o grande sonho da moça, apesar da excelente remuneração e tudo mais que a profissão lhe trazia, o grande sonho era poder cantar nos palcos, ela adorava música, etc, mas também optou por deixar os pés no chão. Às vezes ela “brinca” de cantar e até dá canjas em shows de amigos, mas o tempo passou e ficou no sonho. Das ironias da vida, eu buscando uma vaga de repórter, apresentador, e ela querendo cantar.

A moça realmente tem um excelente emprego e ganha muito bem, mas não tenho dúvida de que o melhor emprego do mundo para ela seria poder estar no lugar da Ivete Sangalo ou algo assim, não só pela grana, mas pela satisfação de se fazer algo em que se acredita de verdade, viver o sonho. Claro que nem só de música vivem os melhores empregados, o sonho está em toda parte e cada um tem o seu.

Neste momento estou procurando um trabalho extra para complementar a renda e colocar em prática minhas outras habilidades profissionais, vai surgir com certeza, mas não tenho dúvida de que mesmo não ganhando milhões como cantor, mesmo sendo apenas mais um simples operário da música, tenho o privilégio de poder dizer que já tenho o meu melhor emprego do mundo.

E você?  Tá contente por aí?

Anúncios

O amor prático

Diferente do teórico, menos quente que o romântico, mais palpável que o utópico, menos doloroso que o platônico, lá está o amor prático. Prático também quer dizer funcional, de fácil manuseio ou condução, quer dizer que não dá tanto trabalho utilizar e qualquer um pode aprender ou fazer, seja lá o que for, e assim às vezes acontece com o amor.

Cada pessoa encontra em seu caminho um tipo de amor diferente, vive histórias que deixam marcas, sofre, chora, cresce, amadurece, faz escolhas e vai se adaptando conforme a vida lhe oferece as oportunidades. Não se iluda e não seja hipócrita de achar que todos os casais são resultado de uma paixão louca e arrebatadora, nem todos eles nascem do conceito básico que temos do amor. Por mais que seja importante e fundamental encontrar alguém para ser feliz junto, mesmo que alguns tenham a habilidade de conseguir sozinhos, o amor nem sempre é algo que nasce e se torna grande no coração de ambos, exatamente por isso em alguns momentos, quando o ser humano alcança sabedoria e consegue observar a vida e os sentimentos de outra forma, nessa hora ele percebe que o amor prático, mesmo não vindo recheado de fortes emoções, funciona.

Ter um companheiro(a) para dividir, conversar, beber, se divertir, repartir, transar, amar, brigar, fazer as pazes, ouvir, aconselhar, apenas compartilhar, enfim, ter alguém com quem contar na vida nem sempre vai passar obrigatoriamente pelo crivo do amor romântico. Por mais que pareça cruel e simplista falar assim de um sentimento tão fundamental, em muitos casais o amor vai se instalar apenas de forma prática. Cada indivíduo, lá no fundo da sua alma, aprende a lidar com este amor que tem cara de menos, mas às vezes acaba sendo mais. A pessoa vai se adaptando e segue a vida, com amor e praticidade, e não é por ter a alcunha de prático que ele deixa de ser amor. E se for amor, já tá valendo.

Boas vibrações e sorte para todos!

Porcelana todo dia

O texto abaixo foi publicado originalmente em dezembro de 2006, mas andei manuseando algumas peças de porcelana da vida recente e resolvi postar novamente. Continuo achando que é melhor usar do que guardar pra sempre.

Foi num jantar de natal. Resolvemos juntar alguns poucos amigos na casa da minha mãe para uma comemoração e mesmo sendo pouca gente minha mãe achou que iam faltar copos e pratos adequados para todos, foi então que abri uma das portas do grande armário e encontrei um monte de copos novinhos e pratos idem, “ah, mas esses aí são muito chique, copos de cristal, pratos de porcelana que eu ganhei de fulana no meu casamento, etc, (!)…”. Ora essa, pra que servem os pratos de porcelana e copos de cristal se forem deixados no fundo do armário apenas para enfeite?!? Peguei as peças mais bacanas e enfeitei a mesa, infelizmente um dos copos acabou quebrando ao escorregar da mão de alguém, mas faz parte, cristais se quebram na nossa vida de vez em quando, a idéia é exatamente essa, cristais e porcelana são sentimentos delicados, para serem manuseados com cuidado, mas não para serem guardados. Foi um jantar simples, mas bastante chique…rs.

Às vezes fazemos questão de ficar guardando sentimentos bons que não sabemos expressar, ficamos esperando um momento adequado ou uma pessoa adequada (?) para dizer “Eu te amo”, deixamos de beijar pai e mãe, deixamos de passar mais tempo com os filhos, deixamos de correr riscos em nome da felicidade, a gente fica se contentando e se acostumando com um monte de coisas pequenas, ficamos tomando cidra em copo de requeijão para sempre, só pelo medo de quebrar os copos de cristal, tão caros e tão especiais.

Quero copos de cristal todos os dias, quero pratos de porcelana até para os ovos fritos, quero poder retribuir o fato de ter saúde, de poder ter um trabalho e de poder ajudar alguém de vez em quando, quero evitar que sentimentos bons fiquem acumulados no fundo do armário, sem extravasar, e quero que os sentimentos negativos sejam colocados para fora, sem medo de ser feliz. Quero aproveitar para gastar, usufruir e dividir o melhor de mim enquanto estivermos todos por aqui, vivos e sendo desafiados pela vida, todos os dias! 

Um brinde em belos copos e ótimas vibrações para todos!

Improvável e impossível

Quem nunca teve vontade de cantar a canção abaixo para alguém muito especial levanta a mão aí!

Se você não tem alguém no pensamento quando toca esta canção, não sabe o que está perdendo. Possuir um sentimento desses é uma delícia e, no fundo, no fundo, é um grande privilégio!

E aí, tá pensando em quem?!?

Aperte o PLAY e boa viagem!