É fato

 

Advogando em causa própria, concordo plenamente.

Anúncios

Palavra molhada

Foto: Kathy Richardson

Se eu pudesse beijar por escrito, lhe faria uma canção de amor. Tocaria seus cabelos como há tempos não faço, lhe abraçaria de um jeito apertado e carinhoso, pra poder sentir todo o volume do seu corpo, enlaçaria você e de repente lhe cantaria uma canção de ninar ou excitar, apenas cantaria. Sentiria novamente o calor e o odor que somente nós dois juntos conseguimos produzir. Teríamos a certeza de que não tem Boticário, nem Natura e nem Avon que se aproxime do meu cheiro misturado ao seu.

Se eu pudesse beijar por escrito, lhe faria um carinho bem gostoso na nuca, do tipo sutilmente mal intencionado,  me jogaria com você no lençol, no tapete ou no banco de trás, não importa. Beijaria muito e quase sem parar, apenas pequenos intervalos para o processo de tomar fôlego e seguiríamos o ballet das línguas em movimentos leves e obscenos, uma coisa só nossa,  trocaríamos confidências sacanas ao pé do ouvido.

Se eu pudesse beijar por escrito, você poderia ler e sentir meus lábios em teu rosto, em tua boca e em teu corpo todo, daquele jeito. Por um instante ao menos, eu poderia fugir do mundo e da vida que se vive para viver um pedaço de vida só com você. Se eu pudesse beijar por escrito, não ficaria assim tão distante, sempre daria um jeito de saciar minha sede e meu desejo de você, com certeza eu não estaria sofrendo essa crise de abstinência do seu beijo, que insiste em me assolar justamente quando acho que estou completamente curado. Ah, se eu pudesse beijar por escrito…

* (A frase “se eu pudesse beijar por escrito” é trecho de uma música do grupo Fundo de Quintal, para ouvir  CLIQUE AQUI )

Rapidinhas

Sempre tentei manter o blog com ao menos uma atualização semanal, mas às vezes foge do meu controle. Sei que tem muita gente que passa por aqui com frequência, para ler textos novos, ver a minha agenda, ver se tem alguma foto ou vídeo novo. A grande verdade é que nem sempre arrumo tempo e/ou inspiração…rs, mas eu adoro esse blog e as possibilidades de contatos que ele proporciona, e é claro que não quero vê-lo às moscas. Portanto, de vez em quando vou deixar por aqui alguns links de textos interessantes que leio por aí e que sempre me abrem os olhos pra vida de alguma forma. Hoje escolhi 2 deles, basta clicar nos links. Leiam e divirtam-se!

Texto 1 – A mentira inevitável: http://migre.me/jk33

Texto 2 – Assunto de mulher: http://migre.me/jiG5

Meu Twitter: @Sall2010