Pensando bem (versão feminina)

124999

Não é possível que eu não tenha prestado atenção nesses detalhes esse tempo todo, sim, é verdadade, porque olha só, eu penso em você em cada coisa que vou fazer no meu dia, eu me dedico, sou sempre eu que ligo, que mando e-mail e torpedo, eu me entrego e vivo deixando bem claro que pra mim você é o cara, mas a verdade é que você nem dá bola. Eu sou o que chamam de uma moça de família, educada, preocupada com os princípios éticos da vida, frequento a igreja sempre que possível, admiro o casamento dos meus pais e quero um igual pra mim, penso em filhos, não sou do tipo piriguete, mas também não quero ser santa, eu me solto com você, você sabe disso, não fumo nunca e bebo raramente, mas você acha que eu sou é fresquinha e metida. Eu faço academia, procuro estar bonita todos os dias, cuido das unhas, da pele, do cabelo, e tudo isso dá um trabalhão, é claro que eu faço pra me sentir bem, mas no fundo eu quero é ficar bonita pra você, e no final das contas você nem elogia, nem nota, nem faz um comentário elegante e carinhoso.

Eu estudo todos os dias, estou pensando em uma pós-graduação, tenho um bom emprego e penso em ter um negócio próprio, imagino você como meu sócio, quero morar num belo apartamento, faço planos para o futuro toda vez que estamos juntos e você logo muda de assunto olhando no relógio e alegando que precisa ir, está atrasado. Eu sempre dou prioridade a você em tudo que vou fazer, seja um passeio no shopping ou uma viagem pra Europa, é sempre com você que eu quero ir, é sempre sua companhia que eu imagino ao meu lado, e você na verdade não me trata como prioridade, sou sempre uma das opções, às vezes a última delas. Enfim, eu sou educada, cheirosa, bonita, inteligente, boa de conversa, boa de cama, tenho boa formação escolar, bom hálito, carro próprio (que eu ainda estou pagando, mas é meu), tenho ótimas referências e planos para um futuro bom, eu sou realmente uma mulher de valor, e tem um monte de caras que dariam tudo pra ficar comigo, mas eu sempre insisto no cara errado. Hoje eu decidi me colocar no seu lugar para tentar entender suas atitudes e cheguei a conclusão de que você tem razão em agir assim, inconscientemente você sabe que não vai dar conta. Pensando bem, eu sou demais pra você.

Para ouvir a narração desta crônica, clique no link a seguir:  http://www.gengibre.com.br/cast/V1BE70GPAD

Na foto a atriz Mariana Melgaço

Foto:  Ricardo Vivona [conforme comentário do próprio logo abaixo. Grato!]

Anúncios

Permita-se (por Érica Colla)

RodneySmith

Há alguns dias atrás enviei uma sugestão de um tema e acabei recebendo um desafio inesperado. Pensei na mesma hora, porque não? Já que vou falar sobre “permitir-se”, então que tal eu me permitir a escrever sobre um assunto em que acredito e vivencio todos os dias da minha vida que é a ação de permitir, autorizar, consentir, vivenciar, pois acredito que foi assim que me tornei a pessoa que sou Hoje.

Sempre me permitir a chorar quando tive vontade, a morrer de saudade, a deixar as mascaras da hipocrisia e da aparência cairem e ser eu mesma, a sentir as emoções vibrando em meu coração, a pedir perdão sem medo de receber um não…me permitir a amar sem ter medo de sofrer, mesmo que sejam amores “expressos”, pois eles também fazem parte do nosso processo de amadurecimento e auto-conhecimento, e quem sabe em um desses amores rotulados não encontraremos o eterno, temos que correr o risco…. Me permitir a voar e ficar longe das pessoas que eu amo, pelo simples e lindo fato de querer conhecer o mundo e quando estiver cansada de tudo isso ancorar-me em algum porto seguro e um dia descansar em paz com as lembranças e recordações dos lugares que já passei e das pessoas que conheci, e quem sabe ter a certeza que tudo valeu a pena, por ter simplesmente tentado e permitido .

Eu me permito a ser quem eu sou. Ser entendido não é tão fácil! Não tenha medo de abraçar sua essência e ser quem você é, permita-se a conhecer e abrir-se a outras culturas sem medo e preconceitos, pois existe um mundo gigantesco de pessoas, culturas, e modos de vida diferente dos nossos, da qual não estamos acostumados ou nem imaginamos que existe, permita-se a conhecer sem antes criticar. É engraçado como algumas pessoas não estão acostumadas a ouvir a verdade, mesmo que elas estejam no brilho dos seus olhos, permita-se parecer infantil ou louco aos olhos de alguns por ser sincero, talvez o ato de permitir-se possa parecer falta de orgulho, amor próprio, impaciência, falta de romantismo “e tal e coisa, e coisa e tal”, então permita-se a parecer ridículo por falar de algo que não entendem, pois nem todos tem o dom, a sensibilidade e a sabedoria de perceber a essência de uma alma.

Permita-se abraçar, beijar como se fosse o último, permita-se a todas as pieguices do mundo, como se tudo fosse acabar, pois sem elas a vida não teria graça, seria sem pimenta, sem sal. Enfim, as pessoas não podem lhe tirar a alegria, o amor, a esperança, a ingenuidade de um sorriso, a sua verdade….só se você permitir. Permita-se viver! Apenas permita-se!!!

A autora: Érica Colla é baiana, comissária de bordo e leitora assídua deste blog, quando não está voando a trabalho, está voando em pensamentos e escrevendo textos como esse.

Após a meia-noite

doomsday-clock

Após a meia-noite tudo acontece. Os amantes se encontram, namoradas vão dormir e namorados vão viver, ou vice-versa, solitários entram na internet, salas de bate-papo ficam super lotadas, as primeiras filas se formam nas baladas, os jantares acabam, os garçons contam a caixinha do dia, outros graçons iniciam seu expediente, os motéis lhe oferecem 45 minutos ou 1 hora de espera na fila, um torpedo sempre chega no seu celular, o sogro vai dormir, a sogra também, o sofá fica liberado, vamos curtir um “Altas horas” juntinhos.

Após a meia-noite é hora de sair de casa, para outros é hora de voltar, no verão é hora de adiantar o relógio, na noite é onde todos os gatos ficam pardos, é quando passa o último ônibus pra casa, o metrô também se despede, a cidade finge dormir. Carros e motos aceleram nas avenidas, é hora de cantar o parabéns, fazer um pedido, já está mais que na hora de abaixar o volume do som na festa, mas seu vizinho ignora essa lei, é hora de aumentar o som nas pistas, saldar a noite e comemorar a vida.

Após a meia-noite muitos amores se encontram, quase sempre de forma espiritual, eu penso em você, você pensa em mim, e não fazemos a menor idéia de onde cada um de nós está a essas horas da noite. Dá uma vontade louca de acertar o relógio da vida e corrigir coisas, inventar outras, criar coragem para mudar os rumos da nossa própria história. Como já passa da meia-noite é fato que daqui a pouco já é de manhã, portanto temos apenas duas opções, ou nos aventuramos na noite que alimenta nossos sonhos em busca de inspiração, ou colocamos nosso pijama e vamos dormir, cada um na sua cama.  Qual vai ser?

Boas vibrações e noites pra todos!

Amores expressos

chuva+e+amor

Os tempos são outros, a velocidade de tudo aumentou. As crianças crescem mais rápido e aprendem tudo bem mais cedo, os computadores, os celulares, a fotografia digital, os trens e os aviões, enfim, exceto o trânsito na cidade São Paulo, todo o restante é muito veloz. As pessoas não têm mais paciência para quase nada, se for para entregar pronto e na porta de casa, tudo bem, se não for já se perdeu o cliente, querem tudo pra ontem, tudo como numa pastelaria, como café de padaria, até mesmo os amores de hoje em dia são assim, expressos.

É claro que existem exceções, ainda encontramos gente apaixonada que segue a vida num ritmo mais slow, mas a grande maioria tem pressa. Casos de amor moderno duram em média de 3 a 4 semanas, tempo suficiente para um cinema, um jantar romântico, algumas boas noites de amor, talvez uma viagem num fim de semana, um banho de chuva e de repente, finish!  Acabou, perdeu a graça, fim da paciência e da vontade de investir em um relacionamento, sem mais ligações no meio da tarde, cada um pro seu lado.

É assim mesmo, amores expressos duram pouco tempo, alguns se tornam amigos e deixam bons momentos na memória, outros simplesmente se vão sem tchau nem bilhete. A vida segue, e como quase tudo vem e vai em alta velocidade, só precisamos ficar atentos.  Com um pouco de sorte surgem amores interessantes e com possibilidades de boa duração, por prudência é melhor você não exigir que seja para sempre, mas se for um sentimento capaz de sobreviver mais que 3 dias fora da geladeira, já vale à pena correr o risco.

Boas vibrações e boa sorte!

obs.: o texto acima não é resposta de nenhum e-mail enviado, mas foi sugestão de leitores. Se vc tiver uma sugestão de tema, pode enviar e-mail. Valeu!