Eu quero um casamento assim…

Anúncios

É o fim do blog?!?

100000

100.000 visitas!!! Sim, é isso mesmo, acabo de atingir a marca de 100 mil acessos neste modesto blog, minha gente! O primeiro post aconteceu aqui em julho de 2007,  logo após eu ter encerrado as atividades no antigo “blogtemperado“, portanto, exatos 2 anos depois acho que atingi um número considerável de visitas e fica aqui registrado o meu muito obrigado à todos vocês! Em muitas ocasiões o blog funcionou como válvula de escape, eu pude traduzir meus sentimentos, angústias e alegrias, deixando aqui expostos para todo mundo ver, em outros momentos escrevi de forma genérica e mesmo assim sempre foi muito difícil me manter imparcial, mas agora eu acredito que já chega.

Quero inaugurar uma nova fase nesse blog e espero contar com a colaboração de todos os leitores. A partir deste post adotarei o estilo “consultor sentimental” ou algo parecido. Quero receber perguntas por e-mail, respondê-las em textos e daí sim discutir com os leitores. Poderemos falar sobre amor, sexo, desilusões, sonhos, amizade, trabalho, enfim, uma infinidade de temas. Não tenho e nem quero ter respostas para tudo, mas acho que dessa forma poderemos ouvir diversas opiniões.

O próximo texto no blog já depende desse contato, portanto, enviem suas dúvidas ou sugestões diretamente para o endereço abaixo. A pergunta será publicada, então assine o e-mail com seu apelido ou nome de preferência, algo como “Mariposa Apaixonada”, Guadalupe/SP, evite o anônimo, invente um nome qualquer. Seu endereço de e-mail e informações pessoais serão preservados, em nenhum momento tenho outro interesse que não seja a manutenção do blog e a boa relação com os amigos leitores, ok? Talvez eu receba um montão de perguntas e o blog continue na ativa, talvez eu não receba nenhuma e dessa forma esse blog ficará um bom tempo sem atualizações. Agora é com vocês!

e-mail: contatosall@hotmail.com  Assunto: Blog

Boas vibrações para todos e mais uma vez muito obrigado!

Piloto automático

3128042265_ee35a6268a

Quase ninguém escapa, quando percebemos já foi. A vida moderna, o stress, a correria, as metas a cumprir, as contas a pagar, enfim, a rotina imprime um ritmo que se torna mecânico e muitas vezes executamos nossas ações sem estar de fato envolvidos, ou seja, a gente toma café da manhã correndo e nem sente o gosto do pão, a gente diz bom dia e mal olha nos olhos das pessoas, fazemos o mesmo caminho no trânsito todo dia e nem percebemos as mudanças da cidade, a gente cumpre as tarefas diárias, toma uma ducha e vai dormir de novo sem ter vivido de verdade, a gente simplesmente aciona o piloto automático do cotidiano e a vida segue.

Viver dessa forma não é nenhum pouco saudável, mas na loucura das grandes cidades é até certo ponto compreensível. Infelizmente algumas pessoas acabam acionando o piloto automático por vezes demais, e dessa forma seguem fazendo amor sem graça e sem carinho só pra cumprir tabela, maridos fingem que são maridos e esposas cumprem seus papéis de esposa, namorados e “ficantes” ligam sempre no mesmo horário, sempre com as mesmas frases e o mesmo “beijo, me liga” no final, festas de família e jantares em geral, acompanhar seu amor aqui e acolá, sempre com aquela pseudo boa vontade.

Se um dia você perceber que está utilizando o recurso do piloto automático da vida em excesso, é melhor rever seus planos de voo. Automático é quase sinônimo de sem emoção, sem envolvimento, sem alma. Se as coisas importantes da vida como amor e família chegarem nesse estágio, respire e coloque sentimento no seu cotidiano, pois só conseguimos viver de verdade quando estamos de fato pilotando nossa aeronave.

Boas vibrações!