Esquinas

A gente às vezes se perde pelas calçadas do cotidiano, tropeçamos em pedregulhos e buracos pelo caminho, esbarramos em pessoas e mal percebemos, fugimos da sarjeta e vivemos sentimentos no meio fio. Sozinho no meio da multidão, você pára embaixo de uma marquise e tem a sensação de que todas as pessoas que você um dia amou, por algum motivo já se foram, partiram com outros e para outros amores, fizeram suas opções, seguiram seus caminhos. Você olha para trás numa longa calçada, praticamente um calçadão, e vê que o Cazuza tinha razão, o tempo não pára, portanto, as pessoas seguem realizando seus projetos, amando de montão,  fazendo filhos, construindo coisas e vivendo a vida, mas a calçada não permite que você faça retornos, é preciso seguir adiante.

Você segue em frente, às vezes tropeçando, noutras desviando das armadilhas, até que um dia você chega numa esquina, e ao chegar lá você encontra uma nova calçada a ser percorrida, é nessa esquina que você esbarra com mais de mil possibilidades. Ali na esquina a chance de mudar, de começar de novo, de fazer diferente, a chance de encontrar  um novo amor, talvez alguém que possa percorrer calçadas contigo. As esquinas surgem a todo momento na nossa trajetória, é assim mesmo, às vezes demora, mas uma hora dessas a gente vira numa delas e sai cantando coisas da Marisa Monte como “…e no meio de tanta gente eu encontrei você, entre tanta gente chata, sem nenhuma graça…” .

Todo mundo merece. Namastê!

Anúncios

8 comentários sobre “Esquinas

  1. Eu já cantei essa música pra alguém, mas acho que cantei pra pessoa errada…rs. Espero mais sorte na próxima esquina.
    Bj! Adoro seu blog!

  2. Pois é, o difícil é quando nosso coração apertado diz que estamos percorrendo a calçada certa mas infelizmente aquele amor que vc sente que é pra vida toda ainda não está preparado para ser reciproco…Mas a vida é assim né e se não fosse não teria graça. O mais difícil em todas as relações é quando generalizamos atitudes e deixamos de conhecer pessoas maravilhosas por pré-conceitos ou até mesmo encanações desnecessárias!!!

    O importante é amar tudo ao seu redor incondicionalmente…

    Haaa Eu e a Margo repetiremos a visita ao Adega. Você junto com o Demorô é tudo de bom!!!

    Beijos e Sucesso …

  3. As calçadas sempre levam a alguma esquina, exceto a Av. Sapopemba que é um calçadão só, sem fim (rs). Que nossas calçadas se encontrem numa esquina única e prazerosa, sem pedras, buracos e, principalmente, incertezas. Assim como toda panela tem sua tampa, toda calçada dá em alguma esquina. Ou não? rs!

  4. oi Sall, tudo bem?

    que texto massa, adoro seu estilo.
    minhas calçadas todas foram repletas de estórias que trago comigo feliz … elas fazem o que sou. amei muito, tenho filhos, criei coisas …. e amar quero sempre e hj em dia tou querendo esssa coisa aí da música da marisa.

    bjs
    😉

  5. Toda calçada permite o retorno.

    Até na Paulista dá pra fazer retorno, se for por boa causa…

    Se for pra comprar rosas!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s