Maria da Penha

boneco-violence.jpg 

Se tem uma coisa que eu não suporto é homem que bate em mulher. Guardadas as devidas proporções, todos temos momentos de raiva e dá vontade de dar uns tapas mesmo, tanto mulheres quanto homens, às vezes tiram o outro do sério, mas a questão aqui é muito mais grave. Estou falando daqueles que chegam as vias de fato, a violência doméstica que assola mulheres por todos os cantos desse país, e engana-se aquele que pensa que isso só acontece nas casas mais humildes. Já vi casos de meninas lindas, de boa família, boa situação financeira e tudo mais, se sujeitarem à situações de maus tratos que começam com ceninhas bobas de ciúmes e terminam muito mal.

Parece que é sempre necessário aparecer com um olho roxo, e a velha desculpa do tombo na escada, para que as pessoas percebam, mas nem só de porrada forte se alimenta essa violência. São empurrões, uma puxada mais forte no braço, um “vai tomar no c…” e um olhar de fúria que às vezes faz a mulher se calar e se anular para sempre. E repito, isso pode estar acontecendo logo aí, do seu lado, com sua amiga da faculdade, com a moça da limpeza, com a tia do café, com sua professora, sua psicóloga, sua manicure, enfim, toda mulher pode ser vítima, mas toda mulher também pode denunciar e fazer um futuro diferente. Não quero discutir porque algumas mulheres resistem à essa situação, são mil explicações e cada caso é um caso, mas na minha modesta opinião, vale mais a denúncia do que conviver sob o mesmo teto com um rato covarde apenas pelos filhos, a família, o amor(?), o aluguel e sabe-se lá mais o quê.

Antes de denunciar é sempre bom tentar conversar com a vítima, como diz o ditado, a gente não deve simplesmente “meter a colher”, mas as  delegacias especializadas em mulheres estão prontas para orientar e atender, sempre amparadas pela lei Maria da Penha, (clique no link) criada a partir da história de uma cearense que podia muita bem ser sua vizinha, sua amiga, sua prima, sua irmã, sua mãe…

DENUNCIE!

Foto: flickr.com/nando.rivero

Anúncios

4 comentários sobre “Maria da Penha

  1. To com você, Sall…

    Abomino homens desse tipo… Agressão não leva a nada…
    Sou daquelas de uma boa conversa para resolver qualquer problema, mesmo na TPM (rs)…
    Mas é muito difícil quem apanha assumir e denunciar, sempre acha que vai melhorar e vai vivendo…

    Beijo Sall…

    Ah! Adorei a sua foto ai em cima!!!

  2. oi Salll,
    conheço esta lei, já fiz até há muito tempo um post no meu blog sobre…se quiser ler:
    http://ideiasdespedacadas.wordpress.com/2006/12/01/violencia-domestica/

    Mas o que acho das mulheres que sofrem a violência e continuam em casa é que na verdade elas são completamente dependentes e frágeis psicologicamente, vivem acuadas e convivendo com o medo da morte a qualquer momento, paralisadas de terror e humilhação.
    Uma situação dificílima …. é preciso muito apoio externo para modificar a situação.
    Pobres mulheres.
    Estes homens, nem sei como classificá-los, verme é pouco!

    😦

    bjs e bom feriado!

  3. Antes de tudo, como leio o blog pelos feeds, não tinha visto o novo template, com esta carinha linda, cabelo raspadinho e barba cerrada (pecado isso, e mortal, extremamente luxurioso em uma semana santa).

    * Namorada do Sall, sorry, mas o teu namorado tá um gostoso nesta foto!

    Sobre o post, vou fazer uma chamada e comentário lá no AVS. Eu, que transito por lado A e B de tanta gente que me confidencia, acho a violência contra mulher algo sem justificativa. E olha que eu curto S&M, hein? Mas, como costumo dizer, sem consensualidade, até papai/mamãe é estupro.

    Beijocas!

  4. Violencia de todas natureza e tipos sempre existiram na face da terra, e leis para punir os violentos também sempre existiram, se ela muitas vezes não funcionam, ai ja é outra coisa.. a sra maria da penha só esta criando leis e fazendo apologias, polemicas negativa da imagem dos homens em relação ao matrimoninio, que assustados com tantas leis em beneficio da mulher se afastam cada vez mais das mulhures,e optam por ficar sozinhos, a maior instituiçaõ religiosa do mundo que é casamento e familia, praticamente ja esta falida, temos sim, que recuperar e elevar seu nome, e não destruir o minimo que ainda existe, pois isto acaba gerando um grande desequilibrio no meio social.Uma deputada entrou no congresso com um projeto de lei, pedindo menas punição para a mulher quando comete delito em fase de estar menstruada, pois ela se encontra na tmp.. parece mentira.. escutei falar isso na voz do brasil, na secçao de projetos e leis..isso esta se generalizando cada vez mais, e o governo precisa rever melhor esses projetos de leis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s